BLOCO K - PRORROGOU...SERÁ MESMO?

Publicado em 13/10/2015

 

Estão todos aliviados com a postergação da data de entrega da obrigação denominada Bloco K.

Projetos em andamento já estão sendo paralisados, decisões adiadas, reuniões canceladas.

Fica no ar aquela agradável sensação de que tudo pode permanecer como sempre foi, sem controle.

O Bloco K visa apresentar ao fisco os detalhes da produção e do estoque. Ora, sabemos todos nós que esta é uma obrigação que data de 1.970. O Bloco K é apenas um modelo diferente (e mais complexo é verdade) de enviar a informação ao fisco.

A obrigatoriedade continua existindo como sempre existiu desde a sua implantação. A qualquer momento uma empresa pode ser fiscalizada e ter que apresentar o Livro Registro de Controle da Produção e do Estoque- Modelo 3. 

Junte-se a isso o fato de que com as novas exigências contábeis através da ECD, ECF e IFRS cada vez mais se torna obrigatória a manutenção de controle do estoque e contabilidade de custos. O fisco cada vez mais está se abastecendo de informações detalhadas visando avaliar a regularidade das diversas obrigações enviadas ao longo do ano. Mais cedo ou mais tarde ele usará estas informações para fiscalizar o contribuinte.

Junte-se a isso também o fato de que no SPED FISCAL  as empresas já estão há muito tempo obrigadas a enviar o inventário físico através do Bloco H.

Pergunto a voce qual a maneira segura de enviar uma informação adequada do inventário físico ? Não seria através do controle de estoques ? Como é que uma indústria pode ter a  garantia de que as informações relativas às suas matérias primas, produto em processo, produto acabado, estejam corretas no seu inventário físico ? Não seria através de um controle de estoque adequado ?

O prazo dado pelo fisco deveria servir para as empresas organizarem seus sistemas, criar processos internos, treinar seus funcionários, organizar seus cadastros, testar o envio e validação dos arquivos junto da sua contabilidade e não para desistirem de organizar suas informações internamente.

Essa é a oportunidade de colocarmos ordem na casa, de fechar balanços seguros, confiáveis, reais.

Nós, profissionais da contabilidade nas empresas, nos escritórios contábeis, estamos colocando nossas assinaturas digitais em SPED´s e em Balanços com informações temerosas e que um dia poderão trazer problemas a nós e aos nossos clientes ou empregadores.

O nosso registro no CRC pode estar correndo perigo ano após ano.

Por isso meus amigos não baixem a guarda, continuemos no trabalho de conscientização da nossa classe contábil e dos nossos clientes.

Antes de pensarmos em apenas atender a esta ou aquela obrigação legal, pensemos na importância de enviarmos informações seguras, corretas, consistentes para que não tenhamos surpresas no futuro.

Temos nós também o direito de dormir em paz.

 

por Antonio Sérgio de Oliveira

Consultor, Palestrante e Professor Tributário

www.portaldosped.com.br 

Já palestrei!

Palestra CIEE - Portal do SPED

Palestra CIEE - Portal do SPED

Palestra CIEE - Portal do SPED

Palestra CIEE - Portal do SPED

Curso do Portal do SPED em Atibaia

Curso do Portal do SPED em Atibaia

Curso do Portal do SPED em Atibaia

Curso do Portal do SPED em Atibaia

Palestra do Portal do SPED no Hotel Bourbon em Atibaia

Palestra do Portal do SPED no Hotel Bourbon em Atibaia

Palestra do Portal do SPED no Hotel Bourbon em Atibaia

Palestras do Portal do SPED no CRC

Palestras do Portal do SPED no CRC

Palestras do Portal do SPED no CRC

Palestra do Portal do SPED em Itamarati

Palestra do Portal do SPED em Itamarati

Palestra do Portal do SPED em Itamarati

Palestra do Portal do SPED em Itamarati

Palestra do Portal do SPED em Itamarati

Parceiros

Confidence

Incosystem    
Inobox Tecnologia